04/05/2018

Relatório Fibria 2017: Uma floresta de oportunidades

Edição digital apresenta conteúdo multimídia e uma Central de Indicadores interativa com os principais números e dados sobre a companhia

 

A Fibria, empresa brasileira e líder mundial em celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, divulga hoje o seu relatório anual. O Relatório Fibria 2017 apresenta como tema principal Uma floresta de oportunidades. A publicação dá destaque à visão estratégica da companhia diante das mudanças climáticas e da construção de um novo paradigma de desenvolvimento sustentável, baseado numa economia de baixo carbono. O relatório traz também as práticas, os resultados e os desafios enfrentados e superados pela empresa ao longo do ano passado.

"Se eu pudesse resumir o ano de 2017 em poucas palavras, eu diria que é na crise e na dificuldade que se sustenta o que é relevante. Cuidamos do negócio e das pessoas, e nunca deixamos de investir na nossa atuação ambiental e social", diz Marcelo Castelli, presidente da Fibria.

O tema Uma floresta de oportunidades faz referência ao momento vivido pela Fibria em 2017. A entrada em operação da segunda linha de produção em Três Lagoas (MS) trouxe ganhos financeiros e de mercado, conferindo à empresa melhores condições de olhar para frente e analisar oportunidades futuras para diversificar o portfólio de produtos a partir de ideias inovadoras e tecnologias avançadas aplicadas à sua base florestal. A companhia encara o desafio de transformar as linhas de pesquisa tecnológica em produtos que tenham valor para seus clientes.

"A inovação em biotecnologia nos descortina enormes oportunidades de formular materiais que atendam a novas demandas da sociedade, com pegada ecológica muito mais amigável do que produtos minerais ou de combustíveis fósseis", afirma José Luciano Penido, presidente do Conselho de Administração da Fibria.

A edição digital do Relatório 2017 da Fibria dá acesso a um amplo conteúdo, com informações aprofundadas, documentos anexados (como infográficos e cases) e uma Central de Indicadores que apresenta graficamente os principais índices de desempenho da companhia, atendendo a um público mais técnico e especializado. Depoimentos em vídeo do presidente do Conselho de Administração da Fibria, José Luciano Penido, e do Presidente, Marcelo Castelli, apoiam a narrativa sobre temas importantes para a empresa. O relatório pode ser acessado em www.fibria.com.br/r2017

Além do formato digital, há uma versão impressa resumida do Relatório Fibria 2017 e dois infográficos, que apresentam o processo produtivo e o modelo de geração de valor da companhia. O relatório segue as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) e do International Integrated Reporting Council (IIRC), e usa os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Sustainable Development Goals – SDG) como referência. O processo de desenvolvimento da publicação também levou em conta as diretrizes do relatório da Task Force on Climate-related Financial Disclosures (TCFD), uma iniciativa empresarial criada pelo Conselho de Estabilidade Financeira (FSB).

Mantendo uma tradição, o Relatório anual da Fibria é lido e avaliado por terceiros antes de sua publicação. Os leitores externos da edição 2017 foram Paulo Durval Branco, vice coordenador do Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP), e Paulo Nassar, professor titular da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e diretor presidente da Aberje – Associação Brasileira de Comunicação Empresarial.

Destaques de 2017

Entrada em operação da segunda fábrica da Fibria em Três Lagoas (MS) A segunda linha produtiva em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, foi inaugurada antes da data prevista e abaixo do custo estimado, meta que traduz a postura de competitividade da Fibria. A nova fábrica conta com a tecnologia mais moderna do mundo no setor e traz avanços para a indústria do futuro, que será a da digitalização e da inteligência artificial.

Diversidade A Fibria criou o seu posicionamento institucional sobre o tema com o apoio dos profissionais que integram a Comissão de Diversidade e Inclusão. Diversidade de pessoas, experiências e culturas traz riqueza às ideias e às soluções para o negócio.

** Valor compartilhado** Em 2017, a consultoria FSG, criada por Michael Porter e Mark Kramer, comprovou a aplicação do conceito de valor compartilhado – uma estratégia de gestão – em diversas iniciativas lideradas pela Fibria, entre elas o Plano de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT).

Gestão Econômica O ano de 2017 foi de bons resultados para a Fibria, que podem ser resumidos em alguns destaques: aumento significativo da produção, recorde de vendas, queda nos custos e redução sensível na alavancagem. Sustentados pelo aumento da capacidade produtiva, a partir da entrada em operação da segunda fábrica de Três Lagoas (MS), e por um mercado global de celulose aquecido, esses indicadores reforçaram nossa robustez financeira, comprovada pela melhora nas condições de crédito e pela manutenção do grau de investimento atribuído à Fibria por duas agências internacionais de análise de crédito.

 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL