14/02/2017

Mobilidade na silvicultura: campo cada vez mais conectado na Cenibra

Solução desenvolvida pela INFLOR faz informações geradas em campo circularem mais rápido, favorecendo o processo decisório

Painel Florestal
 
 

Localizada no município de Belo Oriente, no leste de Minas Gerais, a Celulose Nipo Brasileira (Cenibra) conta com 254 mil hectares de áreas (plantios de eucalipto e nativas), onde as operações da empresa geram enorme quantidade de informações fundamentais para direcionar a tomada de decisão. Fazer essas informações chegarem mais rápido e de forma mais assertiva às equipes era o desafio da INFLOR no desenvolvimento do Projeto Mobilidade na Silvicultura, encerrado no final de 2016.

Odair da Silveira Gonçalves, PMO da INFLOR e responsável pelo projeto, explica que a solução implementada foi composta pela Suite GIS/Mobile da INFLOR, GISagri Operações, o Hub INFLOR de comunicação, e o Sistema INFLOR Forest for SAP®, conhecido na Cenibra como GPF (Gestão de Processos Florestais).

O aplicativo substituirá a necessidade de registros manuais (em papel) de cerca de 11.000 boletins por mês na Silvicultura. Essa operação demandava alguns dias para ser concluída, até que a informação pudesse estar disponível. Com a solução desenvolvida pela INFLOR, a informação será disponibilizada na manhã seguinte ao dia em que foi gerada.

A solução permitirá que as operações de campo sejam acompanhadas com mais agilidade e proximidade da execução, com os apontamentos sendo lançados diretamente no GPF a partir de um celular ou tablet. A Cenibra utiliza os dispositivos nas Regionais Rio Doce (regiões de Belo Oriente, Ipaba e Pompeu), Guanhães (Sabinópolis e Virginópolis) e Nova Era (Cocais, Piracicaba e Santa Bárbara), todos em Minas Gerais.

 

Entre os benefícios que a solução oferece, Odair Silveira Gonçalves destaca a padronização da comunicação entre as áreas da empresa, o rastreamento das trocas de informações ponto a ponto, o controle de acesso aos dados e o controle de acesso ao sistema, entre outros.

O aplicativo está sendo usado, inicialmente em 10 dispositivos envolvendo cerca de 15 pessoas (coordenadores, técnicos administrativos e líderes), podendo chegar a 150 quando a utilização for iniciada pelas equipes de campo e nos tratores do processo Silvicultural, prevista para meados de 2017.

Ronaldo Ribeiro, CIO da CENIBRA, comenta que este é um trabalho inovador e aproxima a realidade das operações florestais do sistema de gestão centralizado. Este projeto é uma das etapas da aplicação dos conceitos da IoT (Internet das Coisas) objetivando melhorar os resultados corporativos. "A parceria entre a Cenibra e a INFLOR, consolidada em vários outros projetos, tem proporcionado grandes avanços na nossa gestão florestal", acrescenta Ribeiro.

SAP é a marca ou marca registrada da SAP AG na Alemanha e em vários outros países.

Envie seu Comentário

 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL