21/03/2017 00h01

Ferramenta da Inflor facilita apontamento e reporte de informações de campo na Fibria

Acesso a mapas, cadastros e outras informações pode ser feito do campo, em sistema da Inflor que trabalha off-line

Por: Painel Florestal - Inflor
 
Floresta de eucalipto da Fibria Floresta de eucalipto da Fibria

Imagina a complexidade de se identificar, mapear e reportar ocorrências em áreas florestais (incêndios, ataques de pragas e doenças etc.) para uma empresa que tem 1 milhão hectares de áreas, distribuídos em dezenas de municípios nos estados da Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo. Esta é a realidade da Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, que vem utilizando o GISagri, da Inflor, para otimizar o acesso e o reporte de informações de campo.

As áreas da Fibria incluem plantios florestais, áreas destinadas à preservação e conservação ambiental, estradas e outros. A empresa passou a utilizar o GISagri há pouco mais de um ano e o sistema vem facilitando o acesso e a coleta de informações em campo, principalmente por permitir utilizar mapas e informações cadastrais de maneira off-line. Trata-se de um diferencial importante para um sistema utilizado em locais onde o acesso à internet nem sempre está disponível.

O GISagri permite que, do campo, o usuário possa consultar mapas, visualizar relatórios, criar ocorrências, definir e consultar rotas de navegação para chegar a determinadas áreas. "Com o GISagri, os usuários que estão em campo têm acesso a informações detalhadas das operações, de forma eletrônica", observa Dennis Bernardi, coordenador corporativo de Cadastro e Geotecnologias da Fibria.

Ele explica que a ferramenta vem sendo aprimorada de acordo com as necessidades identificadas pelos usuários em campo. Em 2017, por exemplo, a meta é que o sistema passe a indicar também rotas de hospitais, facilitando o deslocamento para atendimento a eventuais emergências.

Igor Reuter, Gerente de Negócios da Inflor, destaca os desafios no desenvolvimento da ferramenta GISagri para atender as necessidades da Fibria. "Tinha que ser um sistema multiplataforma, robusto para comportar um grande volume de dados (mapas, imagens de diversos sensores, rotas e relatórios), e que pudesse ser usado do celular ou tablet. Tudo isso teve que ser combinado no dispositivo", explica.

Ele cita algumas facilidades da ferramenta, destacando o roteirizador, que reduz o tempo de deslocamento até os locais mapeados; maior confiabilidade das informações reportadas; reporte de informações em tempo real, facilitando a colaboração entre áreas da empresa; e a popularização do uso de mapas por parte dos técnicos e gestores que fazem uso do GISagri.

Envie seu Comentário


 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL