01/11/2017
# 2ª linha da Fibria em Três Lagoas está entre as megaobras do Brasil

Os 225 mil m³ de concreto utilizado na obra poderiam construir quase três Maracanãs

Por: Painel Florestal - Assessoria
 
A segunda linha de produção começou a funcionar antes do prazo previsto A segunda linha de produção começou a funcionar antes do prazo previsto

Com um milhão de metro quadrado construído, a segunda linha da Fibria, em Três Lagoas, está entre as grandes obras no Brasil. A quantidade de materiais utilizados impressiona! O volume de terra movimentada durante toda obra foi 2 milhões de m³ de terra, suficientes para encher uma fileira de caminhões que se estenderia de São Paulo até o Rio de Janeiro, ida e volta. Os 225 mil m³ de concreto utilizado na obra poderiam construir quase três Maracanãs. Já de aço de construção, foram usadas 20 mil toneladas, equivalente à quase 3 Torres Eiffel.

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 969 mil hectares de florestas, sendo 568 mil hectares de florestas plantadas, 338 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 63 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano, e entra em operação no quarto trimestre de 2017.

Envie seu Comentário


 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL