23/06/2017 19h22

Ibá debateu mudanças climáticas no New Generation Plantations 2017

Desenvolvimento do setor de árvores plantadas contribuirá para o cumprimento das metas estabelecidas na NDC brasileira

Por: Ibá
 
Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Ibá Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Ibá

A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), representada pela presidente executiva da associação, Elizabeth de Carvalhaes, esteve nesta semana no Reino Unido para o Encontro New Generation Plantations 2017 (NGP - Plantações de Nova Geração), organizado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF -World Wildlife Fund) e pela Comissão Florestal da Grã Bretanha. Neste ano, o debate principal abordou as mudanças climáticas e a contribuição que as florestas plantadas bem manejadas têm para mitigar a pressão sobre as matas nativas.

O debate começou quarta-feira, 21 de junho, na Chatham House, em Londres, onde se discutiu a forma como as florestas plantadas podem ajudar reduzir o uso de matas nativas, fornecendo recursos de madeira sustentável. Na ocasião, Elizabeth participou do "NGP Ecosystem of Collaboration", em que contou a experiência de colaboração do setor com a NGP e analisou o futuro do setor florestal.

"É fundamental a criação de mecanismos e políticas que incentivem o consumo dos produtos com origem nas árvores plantadas, que apresentam processo produtivo renovável, reciclável e trabalham em áreas licenciadas e certificadas por órgãos internacionais - que não permitem a conversão de áreas naturais -, contribuindo, desta forma, com a inibição do comércio de produtos com origem ilegal," comenta Elizabeth de Carvalhaes.

Depois de Londres, o Encontro irá até Edimburgo – na Escócia - para comemorar 10 anos de trabalho da NGP em busca de uma nova geração de florestas plantadas. O objetivo desta etapa é abordar como o setor florestal pode ajudar a regular o clima do planeta. Nesta sexta-feira, 23 de junho, Elizabeth esteve no Key Note Speaker, no Edinburgh Center for Carbon Innovation, onde apresentou, como membro do comitê diretivo do ICFPA - Internacional Council Forest and Paper Association -, o papel das florestas plantadas e a estratégia da indústria global de base florestal no combate às mudanças climáticas, passando por exemplos brasileiros positivos e pelas contribuições do setor no cumprimento das metas estabelecidas na NDC (Contribuição Nacionalmente Determinada) do Acordo de Paris.

Envie seu Comentário


 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL