19/11/2017

Mesmo com "travas", estrangeiros voltam a investir em florestas no Brasil

Projeto de Lei que flexibiliza compra de terras por estrangeiros deixa de ser prioridade mais uma vez

Painel Florestal
 
 
Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimentos, Blairo Maggi: não há interesse Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimentos, Blairo Maggi: não há interesse

Mais uma vez a flexibilização das regras para compra e arrendamento de terras por estrangeiros saiu da pauta do governo.

Agora, conforme informações de bastidores de Brasília, os grandes ruralistas, liderados pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, estariam travando o andamento do Projeto de Lei 4059/12 na Câmara dos Deputados.

O assunto já foi amplamento debatido e encontrou consenso da Frente Parlamentar Ruralista e também da Frente Parlamentar de Silvicultura, ambas comandadas por partidos aliados ao governo.

O que parece, no momento, é que "interesses pessoais" estariam por detrás desse novo "imbróglio" e mesmo a saída do ministro - cogitada na última semana mas que deve ficar para o ano que vem - não é garantia de que o assunto volte à tona.

Alguns setores da economia não enxergam investimento estrangeiro como vantagem para o país e para seus negócios. Um desses setores é a indústria brasileira de celulose.

Mesmo assim, as travas jurídicas não foram suficientes para evitar que a Eldorado Brasil fosse negociada com uma empresa de fora, no caso a Paper Excellence, de capital indonésio mas com sede na Holanda.

A família Widjaja já comprou 13% das ações pertencentes à holding J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, e recebeu sinal verde dos acionistas da Funcef e Petros e também do atual presidente da companhia, José Carlos Grubisich, que detém 1,96% do negócio.

Chineses

Outro negócio que estaria em andamento no país foi noticiado essa semana pelo jornal O Globo. A empresa China Forestry estaria comprando o ativo de 230 mil hectares da Vallourec, na região de Curvelo, Minas Gerais.

Desses 230 mil hectares, 77 mil - aproximadamente - são de plantio efetivo destinados à produção de carvão vegetal.


O tema COMPRA DE TERRAS POR ESTRANGEIROS será um dos assuntos debatidos nos encontros GPS Talks Insights On The Road que acontecerão em Mato Grosso do Sul nos próximos dias 5 e 6 de dezembro.

Inscrições gratuitas e programação completa em: http://gpstalksinsightsontheroad.paginas.site/ontheroadms.


Envie seu Comentário

 
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL