15/10/2013 14h24

Biogasolina é produzida por bactérias pela primeira vez

Yong Choi e Sang Lee, do Instituto KAIST, da Coreia do Sul, conseguiram um feito inédito no campo dos biocombustíveis

Por: EcoPensar
 
A gasolina tradicional, derivada do petróleo, é uma mistura de hidrocarbonos, aditivos e agentes misturadores. A gasolina tradicional, derivada do petróleo, é uma mistura de hidrocarbonos, aditivos e agentes misturadores.
 

Yong Choi e Sang Lee, do Instituto KAIST, da Coreia do Sul, conseguiram um feito inédito no campo dos biocombustíveis. Eles produziram 580 mg de biogasolina por litro de cultura microbiana in vivo. A gasolina tradicional, derivada do petróleo, é uma mistura de hidrocarbonos, aditivos e agentes misturadores.

Os hidrocarbonos, chamados alcanos, são formados apenas por átomos de carbono e hidrogênio, dispostos em moléculas de diversas configurações, que podem ter entre 4 e 12 átomos de carbono.

Outros pesquisadores já haviam usado bactérias geneticamente modificadas para desenvolver rotas metabólicas para a produção de alcanos de cadeias longas – entre 13 e 17 átomos de carbono – que são adequados para substituir o diesel. Agora, pela primeira vez, os dois pesquisadores conseguiram usar bactérias E. coli para produzir alcanos de cadeias mais curtas – essencialmente uma biogasolina. Segundo eles, seu processo pode ser modificado para produzir outros produtos, como ésteres e álcoois.

“É apenas o começo do trabalho em direção à produção sustentável de gasolina,” disse o professor Sang Yup, destacando que agora o trabalho se concentrará no aumento do rendimento do processo.

 
Diagrama mostra a cadeia para a produção de alcanos de cadeia curta (biogasolina) a partir de biomassa renovável.[Imagem: KAIST]

Envie seu Comentário


Saiba Mais
 

SOBRE O PAINEL FLORESTAL